Confira nossa lista de equipamentos Chiron a pronta entrega

Portuguese EnglishSpanish German 
Portuguese English Spanish German 
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Projeto INKplant irá reunir 19 parceiros para fabricação de implantes regenerativos com fusão de diferentes biomateriais e impressão 3D na Europa

Projeto Inkplant reúne dezenove parceiros para formar equipe multidisciplinar para trabalhar na fusão de diferentes biomateriais e tecnologias de impressão 3D a fim de trazer uma nova solução para a fabricação de implantes regenerativos.

Projeto INKplant irá reunir 19 parceiros para fabricação de implantes regenerativos com fusão de diferentes biomateriais e impressão 3D na Europa

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Fonte: Blog Lithoz

Dezenove parceiros de universidades, centros de pesquisas, empresas multinacionais e hospitais irão colaborar com este projeto, financiado pela UE com investimento de 6 milhões de euros. Uma equipe multidisciplinar que trabalha na fusão de diferentes biomateriais e tecnologias de impressão 3D tem como objetivo trazer uma nova solução para a fabricação de implantes biomiméticos.

Leia o press release completo aqui .

O envelhecimento da população é um dos grandes desafios da Europa no século XXI. Em 2024, espera-se que 22% dos europeus tenham mais de 65 anos. Pacientes que sofrem de defeitos crônicos nas articulações ou na região oral e maxilofacial têm uma qualidade de vida significativamente reduzida e dependem continuamente de cuidados de saúde. A crise da Covid-19 mostrou como os hospitais cronicamente superlotados e grandes grupos de pacientes dependentes de cuidados e grupos de risco podem se tornar perigosos. Portanto, a ciência e a tecnologia devem trabalhar juntas para garantir que viver mais tempo seja sinônimo de viver bem. O INKplant , projeto financiado pelo H2020 da União Europeia, foi concebido para enfrentar este desafio e democratizar as suas novas soluções.

INKplant é uma iniciativa ambiciosa com um orçamento de 6 milhões de euros que criará implantes específicos para o paciente, combinando diferentes biomateriais avançados e tecnologias de ponta. Isso é possível graças às tecnologias de manufatura aditiva de alta resolução (fabricação de cerâmica por litografia e impressão a jato de tinta 3D multimaterial) e simulação avançada e avaliação biológica. Os implantes resultantes se adaptarão a cada paciente como um terno feito sob medida.

Para Dr. Andrés Díaz Lantada, pesquisador responsável pela participação da Universidade Politécnica de Madri (UPM) no projeto, o INKplant pretende transformar a personalização na saúde através de novas tecnologias, materiais e processos de impressão 3D industriais que serão integrados de forma pioneira: “O papel da UPM é notável, liderando a estratégia de design para manufatura aditiva e ajudando a promover abordagens de ciência e inovação aberta para aumentar os impactos do INKplant e sua futura transferência de resultados para a sociedade. É um dos quatro projetos financiados pela Comissão Europeia (entre mais de 300 propostas recebidas) pela chamada “Estruturas biológicas para regeneração e reparação de tecidos” do programa Horizonte 2020, que deverá liderar o futuro da engenharia de tecidos europeia”.

Reduzir os custos de saúde e o tempo de reabilitação

A crise da COVID-19 demonstrou o perigo representado pela saturação dos hospitais e as longas listas de pacientes em grupos de risco que dependem de cuidados médicos. Assim, os parceiros INKplant trabalharão em quatro casos diferentes que representam alguns dos problemas médicos mais comuns e urgentes na saúde europeia: defeitos no menisco, na articulação do joelho, no palato e problemas na articulação maxilo-facial.

Como uma spin-off vencedora de vários prêmios da Universidade Técnica de Viena, a Lithoz se especializou no desenvolvimento e fabricação de materiais e sistemas de manufatura generativos para impressão 3D de substitutos de enxerto ósseo e cerâmicas avançadas. Seu processo patenteado para a tecnologia LCM foi o primeiro a fornecer produtos cerâmicos de alto desempenho para aplicações industriais que não poderiam ser realizadas usando tecnologias tradicionais.

Reduzindo custos de saúde e tempo de reabilitação

A abordagem do INKplant pode reduzir significativamente ou até mesmo evitar a necessidade de procedimentos cirúrgicos invasivos usando componentes protéticos inorgânicos. Os métodos previstos no projeto representam uma enorme melhoria na qualidade de vida dos pacientes e irão reduzir a invasividade, bem como as complicações decorrentes dos componentes protéticos, melhorando a biocompatibilidade dos materiais utilizados.

INKplant irá fornecer novas soluções para alguns dos problemas médicos mais comuns e urgentes na saúde europeia. Os parceiros do projeto trabalharão em quatro casos de uso diferentes: defeitos do menisco, defeitos osteocondrais, defeitos palatinos e implantes específicos do paciente para reabilitação dentária e oral.

Para aliviar o sofrimento dos pacientes com defeitos articulares, INKplant irá desenvolver implantes meniscais e implantes para reparar defeitos osteocondrais no joelho, evitando assim a necessidade de substituição total da articulação.

Para defeitos na região oral e maxilofacial, causados ​​por anomalias congênitas comuns ou como resultado de doenças como câncer, a INKplant desenvolverá implantes para reparo de defeito palatino e implantes para pacientes para os quais, devido à falta de osso local nas mandíbulas , nem a prótese dentária convencional nem os implantes dentários convencionais apresentam opções de tratamento viáveis.

Terapias regenerativas personalizadas para todos

Os implantes médicos para reparo de tecidos são atualmente fabricados em tamanhos e formas padrão de materiais inorgânicos não reabsorvíveis. Ao contrário desses implantes e próteses artificiais atuais, que são percebidos pelo corpo como materiais estranhos, o INKplant permitirá a fabricação de implantes personalizados individualmente com desempenho biomecânico aprimorado e biocompatibilidade que não apenas aliviarão o sofrimento, mas também terão o potencial de promover a regeneração dos tecidos danificados do corpo.

Ao atingir os limites de complexidade e detalhe na produção de materiais com alta precisão e capacidade de produção, INKplant aborda a complexidade de regenerar diferentes tecidos no corpo. Além disso, o projeto trará tratamentos individualizados e específicos de gênero para problemas médicos desafiadores para a produção em massa. Com essas contribuições, o INKplant visa reduzir os custos de saúde e o tempo de reabilitação.

Isso será possível graças ao processo de impressão aditiva híbrida desenvolvido durante o projeto. Os implantes serão caracterizados por seus diferentes materiais mimetizando o desempenho biológico e mecânico dos tecidos moles e duros tratados.

Especialistas colaborando para impulsionar a posição da UE na biofabricação

Coordenado pela empresa austríaca de pesquisa aplicada PROFACTOR, 19 parceiros de sete países estão colaborando neste projeto para enfrentar algumas das maiores ameaças à qualidade de vida durante o envelhecimento: Mobilidade reduzida devido a problemas nas articulações e função oral reduzida devido a restaurações protéticas mal ajustadas . A equipe internacional da INKplant busca a excelência em inovação por meio de tecnologia e ciência de última geração. Os ambiciosos desafios da INKplant são enfrentados de uma perspectiva multidisciplinar e multissetorial.

O consórcio inclui especialistas em engenharia de tecidos, biomateriais, impressão 3D, padronização e bioética. Também inclui líderes mundiais de mercado em manufatura aditiva, como Lithoz, e quatro hospitais universitários diferentes, dois deles entre os maiores da Europa (Charité Berlin e Vienna General Hospital).

O INKplant combina experiência médica e técnica, juntamente com questões transversais, como padronização e aspectos éticos. Só com esta visão integrada da medicina regenerativa e personalizada é possível causar um impacto real na sociedade.

A Lithoz é uma empresa representada pela AMS no Brasil. Entre em contato e saiba mais sobre tecnologias em impressão 3D em biocerâmicas.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Sobre a AMS Brasil

Somos uma empresa de soluções em engenharia de manufatura com foco em fornecimento de equipamentos e serviços nas áreas de usinagem, manufatura aditiva e automação. Representamos com exclusividade no Brasil as marcas Chiron, Stama, Scherer, EOS, Lithoz e Sintratec.

Solicite um atendimento

Cadastre-se em nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

Cadastre-se em nossa lista e receba conteúdos exclusivos!

EOS Xperienceday - 19 de Oububro

Como a impressão 3D industrial irá impactar na produção do futuro. Evento Gratuito e Online

Maiores informações e inscrições no link abaixo.

NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS

Siga a AMS Brasil

Linkedin

Facebook

Instagram

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba em primeira mão as melhores notícias sobre manufatura aditiva, usinagem e tecnologia.

Preencha os campos abaixo para completar seu cadastro.

Obrigado, recebemos seu contato!

Aproveite para assinar nosso mailing e receber conteúdo exclusivo com novidades e notícias sobre Tecnologias, Usinagem e Manufatura Aditiva!​

Preencha os campos abaixo para ser cadastrado em nosso mailling

Solicite um contato e iremos ajudá-lo (a) com maiores informações de produtos